Avisos e Comunicados

Logo Pro Civil 1 

 

Proteção Civil e Segurança

2018

Aviso de Sismo Sentido no Continente 15-01-2018 11:51

Sismo

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) informa que no dia 15-01-2018 pelas 11:51 (hora local) foi registado nas estações da Rede Sísmica do Continente, um sismo de magnitude 4.9 (Richter) e cujo epicentro se localizou a cerca de 6 km a Norte-Nordeste de Arraiolos.

Este sismo, de acordo com a informação disponível até ao momento, não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli modificada) na região de Elvas.

A localização do epicentro de um sismo é um processo físico e matemático complexo que depende do conjunto de dados, dos algoritmos e dos modelos de propagação das ondas sísmicas. Agências diferentes podem produzir resultados ligeiramente diferentes. Do mesmo modo, as determinações preliminares são habitualmente corrigidas posteriormente, pela integração de mais informação. Em todos os casos acompanhe sempre as indicações do Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC).

Anteriores

 

 

AVISO À POPULAÇÃO
PRECIPITAÇÃO, NEVE, VENTO e AGITAÇÃO MARÍTIMA

Informação Geral

De acordo com a informação meteorológica disponibilizada prevê-se, para as próximas 24 horas, um agravamento das condições meteorológicas, salientando-se:

  • • Períodos de chuva, que poderá ser localmente forte (entre 10 e 20 mm numa hora), passando gradualmente de norte para sul a partir da manhã, a regime de aguaceiros que poderão ser localmente intensos, ocasionalmente acompanhados de granizo e de trovoada, tornando-se pouco frequentes a partir do final da tarde;
  • • Possibilidade de queda de neve acima de 1 500 metros de altitude, descendo gradualmente a cota para 800/1000 metros nas regiões Norte e Centro;
  • • Vento moderado de sudoeste, soprando forte (até 45 km/h) e com rajadas até 70 km/h, rodando para noroeste, a partir da manhã. Nas terras altas, vento forte de sudoeste, por vezes com rajadas até 90 km/h, rodando para noroeste a partir da manhã;
  • • Agitação marítima forte na costa ocidental (com ondas de noroeste com 4 a 5 metros), situação que irá permanecer durante o fim-de-semana;
  • • Descida de temperatura, sendo acentuada da mínima nas regiões Norte e Centro.

Efeitos Expectáveis

Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:

  • • Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água e gelo;
  • • Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
  • • Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
  • • Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
  • • Danos em estruturas montadas ou suspensas;
  • • Dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, nomeadamente as verificadas em períodos de praia-mar, podendo causar inundações nos locais historicamente mais vulneráveis;
  • • Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte;
  • • Possíveis acidentes na orla costeira;
  • • Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.

Medidas de Autoproteção

O SMPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:

  • • Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
  • • Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível acumulação de neve e formação de lençóis de água nas vias;
  • • Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
  • • Proceder à colocação das correntes de neve nas viaturas, sempre que se circular nas áreas atingidas pela queda de neve;
  • • Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
  • • Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;
  • • Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a galgamentos costeiros, evitando se possível a circulação e permanência nestes locais;
  • • Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos muito próximos da orla marítima;
  • • Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

2017

 

ALERTA AZUL das 15h00 até às 06h00 do dia 27 de Dezembro!

AVISO AMARELO para Vento das 20h59 às 06h00 do dia 27 de Dezembro!

Informação Geral

Segundo o Comunicado Técnico Operacional o IPMA prevê para as próximas horas, o seguinte cenário meteorológico:

  • • Céu geralmente muito nublado.
  • • Aguaceiros fracos e pouco frequentes passando a períodos de chuva fraca, tornando-se por vezes forte a partir do início da tarde.
  • • Vento fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante oeste, aumentando gradualmente para moderado a forte (25 a 45 km/h) com rajadas até 80 km/h a partir do meio da tarde.
  • • Neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais.
  • • Formação de gelo em alguns locais do interior.
  • • Temperatura máxima irá manter-se no intervalo entre os 14 e os 15 ºC e a temperatura mínima entre os 5 e os 6 ºC em Constância;
  • • Humidade Relativa do Ar diminui para um intervalo entre os 77 – 100 % em Constância;
  • • O índice de risco de incêndio previsto aponta para valores na classe do Reduzido.

Capturar 

Efeitos Expectáveis

Em função das condições meteorológicas presentes e previstas é expectável:

  • • Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água e gelo;
  • • Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
  • • Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
  • • Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
  • • Danos em estruturas montadas ou suspensas;
  • • Dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, nomeadamente as verificadas em períodos de preia-mar, podendo causar inundações nos locais historicamente mais vulneráveis;
  • • Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte;
  • • Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.

Medidas de Autoproteção

O SMPC recomenda à população a tomada das necessárias medidas de prevenção, nomeadamente:

  • • Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
  • • Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água e gelo nas vias;
  • • Transporte e colocação das correntes de neve nas viaturas, sempre que se circular nas áreas atingidas pela queda de neve;
  • • Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
  • • Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
  • • Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atenta para a possibilidade de queda de ramos ou árvores, em virtude de vento mais forte;
  • • Ter especial cuidado na circulação junto das zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a inundações rápidas;
  • • Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

 


 

Banner frio

 

De acordo com o aviso da DGS, as previsões da meteorologia indicam a ocorrência de tempo frio e seco para os próximos dias, com persistência de valores baixos da temperatura mínima.

A gripe é uma doença infeciosa e transmissível, que se manifesta durante o Inverno, e pode tornar-se muito perigosa para a saúde humana, o que justifica as seguintes recomendações:

Vacine-se contra a gripe, contacte o seu Centro de Saúde. Se não for abrangido pela vacinação gratuita pode, com prescrição médica, adquirir a vacina na Farmácia (comparticipação de 37%).

 

Proteja-se do frio:

• Mantenha o corpo quente use luvas, cachecol, gorro/chapéu, calçado e roupa quente, utilizando várias camadas de roupa; 
• Hidrate-se: ingira líquidos e sopas; 
• Mantenha a casa quente: Verifique se os equipamentos de aquecimento estão em condições de ser usados e o estado de limpeza da chaminé da lareira; 
• Se utilizar lareiras, braseiras, salamandras ou equipamentos de aquecimento a gás ventile as divisões da casa. A acumulação de gases pode causar intoxicação ou morte; 
• No exterior, tenha cuidado com quedas;

 

Mantenha-se especialmente atento se tiver algum problema de saúde:

• Tome os medicamentos para a sua doença conforme a indicação do seu médico; 
• Não tome antibióticos sem indicação médica; 
• Não vá de imediato para a Urgência Hospitalar. Se necessário contacte o SNS 24 - 808 24 24 24, o 112 ou o seu médico assistente.

 

 

AGENDA

NOTÍCIAS

facebook2twitter orange peqicon instagram-01 - Cópiarss orange - Cópiarss orange - Cópia

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de cookies. Politica de cookies .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies